Fim da greve.

  • Referência
    «A greve da Imprensa Nacional», A Capital: diário republicano da noite, n.º 3595, de 4 de agosto de 1920, p. 2.
Assunto

Fim da greve do pessoal da Imprensa Nacional e regresso à normalidade. É retomada a impressão das 3 séries do Diário do Governo.

Ficha

«Parece que o pessoal retoma amanhã o trabalho
O Sr. Ministro do Interior recebeu esta tarde o diretor geral da Imprensa Nacional, Sr. Luís Derouet e a comissão delegada do pessoal daquele estabelecimento em greve. O Sr. Coronel Alves Pedrosa comunicou as resoluções do conselho de ministros, no sentido de serem incluídas no orçamento do seu ministério as medidas conducentes a serem atendidas as reclamações do pessoal da Imprensa. Acrescentou que, na previsão do orçamento não puder ser votado até ao próximo encerramento do Parlamento, tinha já mandado elaborar uma proposta de lei inserindo as referências medidas, para a qual pedirá urgência e dispensa de Regimento.
Por seu turno, a comissão, concordando com as declarações do Sr. Ministro do Interior, comprometeu-se a que os grevistas retomassem amanhã o trabalho, convencida de que assim seria deliberado na assembleia que iam realizar. Pediu também que fosse retirada a força militar que se encontra guardando a Imprensa Nacional. Respondeu o Sr. Coronel Alves Pedrosa que o assunto era propriamente da competência do diretor geral, Sr. Derouet, funcionário em quem depositava toda a confiança, que igualmente atribuía ao pessoal.
Assim, desde que o Sr. Luís Derouet considerasse desnecessária a guarda republicana na Imprensa Nacional a mandaria retirar dali.
Estando as coisas assim bem encaminhadas para a solução da greve, e na hipótese do pessoal retomar amanhã o trabalho, devem reaparecer na sexta-feira as três séries do Diário do Governo, continuando a sua normal publicação.»

Ver artigo original em Hemeroteca Digital >>