Prisão de um encadernador da Imprensa Nacional.

  • Referência
    «Como a polícia portuguesa consegue manter a ordem», Diário de Notícias (New Bedford), de 15 de maio de 1934, p.5.
Assunto

Prisão de Carlos Jaime Girardin, encadernador da Imprensa Nacional, no contexto de greve revolucionária.

Ficha

«[…]
Descarrilamento da linha do Oeste […]
A Polícia prendeu, também, um indivíduo empregado na Imprensa Nacional, de nome Carlos Jaime Charbel Girardin, encadernador, de 39 anos, que apresentou ao grupo que, no Cacém, tinha preparado o descarrilamento um indivíduo que já foi identificado e que se procura, o qual transmitiu as últimas ordens por efetivação do atentado, corte de comunicações em Cacém (que se efetuou no local denominado Alto do Ulmeiro) e um assalto à estação telégrafo-postal daquela vila, que se não chegou a realizar pelo receio demonstrado por alguns dos componentes do referido grupo.»