Julgamento de funcionários presos pela PIDE.

  • Referência
    «Em Lisboa. Quatro tipógrafos começaram a ser julgados no Plenário Criminal», O Século, de 25 de outubro de 1960.
Assunto

Início do julgamento de 4 funcionários da Imprensa Nacional, presos pela PIDE.

Ficha

«No Plenário Criminal da Boa Hora, sob presidência do Sr. Desembargador Silva Caldeira começou o julgamento dos tipógrafos Srs. Américo da Silva, de Lisboa; Manuel António da Conceição Júnior e Joaquim do Amaral de Coimbra; e Ludgero da Costa Freitas, de Santa Marta de Penaguião, os quais são acusados pelo Ministério Público de terem feito parte de uma organização secreta e ilegal quando prestavam serviço na Imprensa Nacional, receberem e divulgarem imprensa clandestina e angariarem fundos para os filiados desse partido à margem da lei.
A audiência foi preenchida com o interrogatório dos incriminados e inquirição das testemunhas e, já de noite, foi interrompida para concluir oportunamente.»