Detalhes de documento

  • Arquivo
    INCM/Arquivo Histórico da Imprensa Nacional
  • Cota
    590
  • Tipo de documento
    Aviso
  • De:
    Aviso Régio/Conde de Aguiar
  • Para:
    Fernando Maria de Sousa Coutinho, Conde do Redondo
Transcrição

“Ill.mo e Ex.mo Snr. = Sendo presente ao Principe Regente Nosso Senhor a Representação que V. Ex.ª me dirigiu em data de 6 de Dezembro de 1810 com os Mapas da Receita e Despesa da Impressão Régia e Real Fabrica das Cartas de jogar nos meses de Outubro e Novembro do mesmo ano sobre a grande diminuição que experimenta a Real Fazenda no rendimento das Cartas de jogar que se remetem para as capitanias deste Estado do Brasil, principalmente na Cidade da Bahia, a onde não só elas entram com toda [sic] a facilidade por contrabando, mas tambem pelas que ali se fabrica, e se vendem impunemente, por individuos a quem não compete esta extracção, contra o que se acha determinado pelas Reais Ordens fazendo-se por isso indispensavel suscitar-se a inteira observância dos Privilegios concedidos ao respectivos Administradores por ser o meio mais eficaz para coibir semelhante prevaricação: Foi o Mesmo Senhor Servido mandar expedir as ordens necessarias a todos os Capitães Generais e mais Governadores para que ponham toda a vigilância e cuidado sobre este objecto, procedendo-se contra os que fabricarem, introduzirem, ou venderem Cartas de jogar não estando para isso autorizados em o rigor que as Leis prescrevem, e para que guardem, e façam (?) guardar todos o Privilégios que se acham concedidos às pessoas encarregadas desta Administração = O que de Ordem de Sua Alteza Real participo a V. Ex.ª para sua inteligencia. (…) Palacio do Rio de Janeiro em 3 de Abril de 1811. = Conde de Aguiar = Snr. Conde do Redondo. (p. 17)