QUAL O OBJETIVO DO PRÉMIO LITERÁRIO ARNALDO FRANÇA?

O Prémio Literário Arnaldo França, instituído em parceria pela Imprensa Nacional-Casa da Moeda (INCM)
e Imprensa Nacional de Cabo Verde (INCV), tem como propósito a promoção da língua portuguesa
e do talento literário em Cabo Verde.

PORQUÊ A CRIAÇÃO DESTE PRÉMIO?

Sendo a língua portuguesa um património comum a todos os seus falantes, cabe às Imprensas
Oficiais de Portugal e de Cabo Verde, não só a sua preservação, como a sua promoção.

Com a criação deste prémio pretende-se incentivar a criação literária cabo-verdiana bem como proceder
à divulgação de trabalhos inéditos de grande qualidade, contribuindo para o enriquecimento cultural
dos leitores de língua portuguesa.

QUE TRABALHOS PODEM CONCORRER?

Podem concorrer textos que reúnam cumulativamente as seguintes situações:

a) Textos originais e inéditos, do domínio da prosa literária, em língua portuguesa;
b) Textos cujos autores sejam cidadãos cabo-verdianos ou residentes em Cabo Verde há mais de 5 anos;
c) Textos que não tenham sido apresentados a nenhum outro concurso com decisão pendente;
d) Todos os textos que cumpram o estipulado no Regulamento do Prémio.

DE QUE MODO DEVEM SER ENTREGUES OS TRABALHOS A CONCURSO?

As obras concorrentes devem ser acompanhadas de um envelope fechado, identificado com o título da obra
e o pseudónimo utilizado pelo autor para assinar a obra, contendo:

a) Duas cópias em papel, no formato A4, e acompanhadas de uma gravação em formato digital. A dimensão
mínima é de 80 páginas A4, em Times New Romam, tamanho 12, a espaço e meio;
b) Identificação do concorrente: nome completo; identificação fiscal (NIF); endereço completo; endereço
eletrónico e telefone para contacto;
c) Declaração assinada pelo concorrente com a menção de que a obra apresentada a concurso é original
e inédita, e não foi apresentada a nenhum outro concurso com decisão pendente.

PARA ONDE E COMO DEVEM SER REMETIDOS OS TRABALHOS?

Os originais deverão ser apresentados na INCV, Rua da Macaronésia, Achada Grande Frente, Praia,
Cabo Verde, A/C Liziane Monteiro;

Para cabo-verdianos residentes em Portugal o endereço é INCM, Rua da Escola Politécnica, 135,
Lisboa (1250-100 Lisboa), A/C Teresa Garcia.

Contra os originais submetidos em mão, numa das moradas acima indicadas, será entregue recibo.

QUE PRÉMIOS SERÃO ATRIBUÍDOS?

O Prémio Literário Arnaldo França contemplará a edição da obra premiada, assim como uma componente
pecuniária de 5000 € (cinco mil euros) a título de prémio.

Eventuais menções honrosas poderão ser publicadas, se a editora assim o entender.

COMO SERÃO SELECIONADOS OS TRABALHOS VENCEDORES?

A escolha dos trabalhos distinguidos cabe ao júri designado pela INCM, que deliberará por unanimidade
ou por maioria simples, tendo o Presidente do Júri voto de qualidade.

O Júri do concurso reserva-se o direito de não escolher nenhuma das propostas apresentadas e das suas
decisões não cabe recurso.

O Júri é constituído por três elementos:

Germano de Almeida (Presidente);
Daniel Medina;
Paula Mendes

QUAL O PRAZO DAS CANDIDATURAS? COMO E QUANDO SE ANUNCIARÃO OS VENCEDORES?

As candidaturas decorrem de 22 de junho a 15 de setembro de 2020. A decisão do júri será divulgada até 16 de
novembro de 2020, nos sítios institucionais da INCM (www.incm.pt) e da INCV (www.incv.cv) e contemplará
a designação do trabalho premiado e, caso ocorra, a designação de uma ou mais menções honrosas que poderão,
de acordo com o critério da(s) editora(s), dar origem à publicação dos trabalhos que as recebam.

QUAL O DOCUMENTO REGULADOR DO PRÉMIO?

Regulamento do Prémio Literário Arnaldo França

A QUEM PODEM SER DIRIGIDOS PEDIDOS DE INFORMAÇÃO?

Para qualquer esclarecimento adicional, contacte por escrito a INCM (Teresa Garcia), para o endereço:
[email protected].