Detalhes de documento

  • Arquivo
    INCM/Arquivo Histórico da Imprensa Nacional
  • Cota
    498
  • Tipo de documento
    Aviso
  • De:
    Luís de Vasconcelos e Sousa
  • Para:
    Diretor-Geral
Transcrição

«Sendo presente ao Príncipe Regente nosso senhor que apesar das suas reais ordens expedidas à Junta Administrativa Económica e Literária da Impressão Régia em Aviso de 5 de junho do ano próximo passado, para que se procurasse dar às cartas de jogar a desejada perfeição; a cujo fim houve o mesmo senhor por bem mandar de novo regular o preço da sua venda com um acréscimo considerável, não sem o correspondente sacrifício da parte de seus fiéis vassalos, consumidores daquele artigo, nem sem o risco de se introduzirem por contrabando, em consequência do referido acréscimo: E que não obstante estes sacrifícios não somente se não tem conseguido melhoramento das mesmas cartas, mas até se tem encontrado falta de sortimento delas nas Províncias; seguindo-os desta falta de consumo prejuízo infalível à mesma Impressão Régia: e Sua Alteza Real servido que tomando a Junta este objeto em muito seria consideração, e abastecendo as Províncias na quantidade proporcionada no consumo deste género, procure por meio dos mais eficazes esforços conseguir a perfeição que se deseja no fabrico e manufatura das referidas Cartas de jogar: O que o mesmo senhor lhe manda muito recomendar, e V. M.ce assim o fará presente na dita Junta. […] Palácio de Vila Viçosa em 21 de abril de 1806 = Luís de Vasconcelos e Sousa.» (p. 101)