Eduardo Coelho e Teolindo Ventura Trindade.

  • Referência
    MACHADO, Fernando Falcão, «Gente de Coimbra ao Serviço de Lisboa. Palestra proferida na Casa de Coimbra, em Lisboa, a 24 de julho de 1947», Revista Municipal, n.º37, 2º trimestre de 1943, pp.47-54.
Assunto

Percursos de Eduardo Coelho e Teolindo Ventura Trindade como tipógrafos da Imprensa Nacional.

Ficha

«Agora, outros dois irmãos notáveis:
Um, Eduardo Coelho, nascido em 1835, e falecido em 1889, foi tipógrafo da Imprensa Nacional, e, dedicando-se ao estudo, como autodidata, foi poeta, romancista e jornalista, fundando, em 1868, com Tomás Quintino, o Diário de Notícias, um dos jornais de maior êxito no nosso país, e no qual Eduardo Coelho defendeu as mais justas causas do seu tempo, vincando a sua personalidade no campo cultural como elemento de real valor. A cidade de Lisboa erigiu-lhe uma estátua, em homenagem aos seus altos méritos. É a do Jardim de S. Pedro de Alcântara.
[…]
E outro conimbricense, homem humilde e modesto, servindo Lisboa como tipógrafo da Imprensa Nacional, que foi Teolindo da Ventura Trindade, nascido em 1886 e falecido em julho de 1943 e um dos sócios fundadores e das primeiras direções da Casa de Coimbra! …»